Otakus e Otomes, Afinal o que são?


Olá meus kitsunes!
Tudo bem com vocês?
Eu sei sumi novamente por um tempinho, mas estou de volta com vários posts prontos hehe.
 Enfim, como prometi em um post passado, vou explicar um pouco sobre os termos Otaku e Otome que vemos espalhados por ai. Produçaun libera o post!


Não é novidade nenhuma escutarmos o termo 'Otaku' e 'Otome' por ai certo? Sei que muitos dos leitores do blog se consideram um dos dois citados acima haha. Porém da onde estes termos surgiram e o que realmente significam pode acabar surpreendendo todos vocês. O mundo não será mais o mesmo depois que eu contar este segredo a vocês haha Então fica a critério de cada um continuar lendo este post...

Em que lugar isso surgiu? 
Será que alguém sabe? Hum? Tem uma ideia? Não? Vou ter mesmo que falar?
Surgiu em uma ilha escondida perto do triangulo das bermudas, para chegar até lá você deve primeiro naufragar encontrar uma  caverna... e o que? Tá bom...
Sim surgiu no Japão! Estraga prazeres u-u

Enfim, a palavra otaku é unissex, ou seja vale tanto para meninos como para meninas, na verdade seria usada como uma forma formal/respeitosa de tratamento na segunda pessoa. Porém perto dos anos 90 um senhor chamado Akio Nakamori que era um humorista, percebeu que o termo era muito usado entre os fãs de animes e mangás da época.
Se aproveitando disto, o também cronista Nakamori-sama (-Q) teve a brilhante ideia de usar o termo tão famoso em um de seus livros. Este intitulado M no Jidai contava a história de um serial killer que magicamente descobriu ser obcecado por animes e mangás hentais (oh god ideias de girico nois se vê aki -Q), este personagem tão carismático recriava as histórias que ele lia e via em suas vitimas normalmente as estuprando, provavelmente de alguma maneira surreal e medonha. Esta história porém infelizmente foi inspirada em um assassino real que apareceu na época, isso criou um tabu em cima do termo otaku, o fazendo ser usado para designar qualquer pessoa que se torna OBCECADA demais sobre determinado assunto.

Com o passar dos anos foram surgindo vários 'grupos' de otakus, que são divididos de acordo com seus interesses. Abaixo vou deixar alguns exemplos:

  • pasokon (pessoas obcecadas por computadores).
  • gemu (pessoas obcecadas por videogames).
  • tetsudo (pessoas obcecadas por miniaturas).
  • gunji (pessoas obcecadas por armas e outros objetos militares).
  • etc...
Os otakus não são bem visto pela sociedade japonesa, até porque os mesmos são vistos como puro mal exemplo. Ouvi já uma história que exemplifica muito bem como são alguns dos verdadeiros otakus lá no Japão. No ano passado houve uma polêmica, mostrando um otaku de trem (Isso mesmo pessoas obcecadas em TUDO que é relacionado a trens), pegou o filho de colo de uma mulher e começou a xingar ela pelo simples fato dela ter entrado na frente da câmera quando ele estava filmando seu tão amado trem. A mulher desesperada pedindo para o rapaz devolver seu filho chegou ao ponto de fazer dogeza para o maledeto. 

O que é dogeza? Nada mais é do que a forma mais humilhante de um japonês pedir desculpas, a pessoa se ajoelha no chão e colocava a cabeça no chão é uma forma de mostrar que você está em uma posição inferior a outra pessoa.

Ou seja, a mulher chorando para ter seu filho de volta teve que chegar ao ponto de se humilhar para o rapaz que criou uma confusão enorme, só porque atrapalhou a filmagem que ele fazendo da chegada de um trem a estação. Dizem ser bem comum estes otakus de trem ficarem xingando e gritando para as pessoas não entrarem no foco da câmera deles quando estão tirando fotos ou filmando um trem. Fora aqueles outros que deixam totalmente suas vidas de lado para se dedicar a mais nada a não ser ao seu vicio, ou seja eles praticamente se trancam em um mundo só deles. Doidera neah?! Por estes e outros motivos os otakus são tão mal vistos pela sociedade japonesa. 

Poxa deixei você triste? Não se preocupem! 

Afinal aqui no ocidente a palavra apresenta apenas o termo 'fã de animes e mangás', ou seja, no ocidente por conta de 'modismo' de uma época o termo Otaku acabou sendo apenas usado para identificar pessoas que gostam/amam animes e mangás! Claro, que no começo para alguns dos imigrantes e descendentes de japoneses que vivem no ocidente, não aceitaram nem um pouco isso. Afinal era como se estivessem ensinando aos mais jovens um termo errado e mal visto como alguma coisa legal e boa. Foi então criado um certo tabu referente a palavra Otaku no ocidente, porém com a expansão do termo indo de grupo a grupo, acabou se tornando algo totalmente 'irreparável', ou seja a modinha ganhou, e a palavra virou uma espécie de gíria (haha).

Okay tchia você já falou dos Otakus e afins, mas... e as Otomes?

Otome significa nada mais do que donzela/senhorita, mais precisamente uma garota educada, em alguns casos também pode ser atribuída a princesa. Porém é mais um termo errado usado aqui no ocidente, pois como eu disse no japão existe apenas a palavra 'Otaku' até mesmo sendo usada para meninas.

O que aconteceu com essa palavra no ocidente foi a mesma coisa que ocorreu com a palavra otaku, porém esta tem uma razão mais lógica haha. No Japão existe uma rua chamada Otome Road, onde existem várias e várias lojas com artigos de animes e mangás. Esta é muito frequentada por meninas otakus que procuram tudo que podem relacionado a yaois (que para quem não sab são gêneros de animes e mangás com um roteiro de relacionamentos entre personagens masculinos.)


Rua da alegria e da pobreza -Q *-*

Por esta rua ser tão frequentada pelo publico feminino acabou sendo colocado esse termo com o nome da rua, para diferenciar os fãs de sexo feminino dos do sexo masculino. Porém esta diferença só é utilizada aqui no Ocidente.

Em um resumo aqui no Ocidente:
Otome para meninas fãs de animes e mangás e Otaku para meninos fãs de animes e mangás.

Enquanto no Japão:
Otaku é uma pessoa (menino/menina) que é extremamente fã de alguma coisa.

Depois disto tudo esta claro que sou uma Otome, e que eu estaria falida se tivesse uma Otome Road por aqui -Q Sério gente... como não falir vendo essas coisas na sua frente?


Então por hoje é isso kitsunes do meu <3
Gostou? da seu like aqui embaixo, compartilha no facebook e se inscreve no meu canal -Q

5 comentários:

  1. Eu já havia lido sobre o significado de Otaku no Japão e por um longo tempo deixei de usar essa palavra hehehe, depois eu descobri que as meninas eram chamadas de Otomes e adotei essa palavra <3 Adorei o post, serviu para tirar muitas dúvidas x3 Eu também não sabia do caso do serial killer mds > n < ~


    Yuurei Neko

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente a do serial killer foi algo que eu não esperava haha

      Excluir
  2. So acho que otakus não é exclusivos relacionados a animes e sim a diversos assuntos que alguma pessoas goste muito, por exemplo um cara que coleciona carros de luxo ele pode ser considerado otaku visto que a pessoa gosta muito daquilo... so quero dizer a palavra otaku não é exclusivo para animes e sim a diversos outros temas

    http://seumundodoanime.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como eu coloquei nos exemplos Washington, o termo Otaku serve para vários grupos, são usados basicamente para pessoas que tem um 'vicio' em determinado assunto. Porém aqui no Ocidente ele é usado para aqueles que gostam de animes e mangás.

      Excluir
  3. Oi , tudo bom?
    O motivo da minha ausência no meu blog é por causa do meu novo canal de animação:
    https://www.youtube.com/channel/UC0xyw24pH0dDIA1HU1U4Ymg
    se inscreva lá! Obrigada

    ResponderExcluir